segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

WhatsApp limita ainda mais encaminhamento de mensagens: apenas para 5 contatos

(Foto: Olhar Digital)

O encaminhamento de mensagens do WhatsApp ficou ainda mais limitado: desde o final de semana, o aplicativo começou a impedir que uma mesma mensagens seja enviada para mais do que cinco contatos. O objetivo é combater spam na plataforma, assim como dar uma resposta às críticas relacionadas ao papel do mensageiro na disseminação de mensagens falsas.
A informação foi divulgada pelo perfil WABetaInfo do Twitter, conhecido por suas informações em primeira mão relacionadas ao WhatsApp. O novo limite adotado já estava valendo para a Índia, e agora foi liberado para todos os países. A mudança vale para todas as plataformas.
O WhatsApp começou a limitar o encaminhamento de mensagens em julho após sofrer fortes críticas pela disseminação de boatos pela plataforma. O caso era especialmente preocupante na Índia: meses antes do limite, informações falsas espalhadas pelo aplicativo resultaram na morte de mais de 20 pessoas. Por isso, o país asiático era o que tinha a maior limitação: apenas cinco contatos podiam receber uma mensagens encaminhada.
Em outras partes do mundo, o recurso funcionava um pouco diferente. No Brasil, a limitação de encaminhamento valia para 20 pessoas. A medida não impediu o uso do WhatsApp para disseminar desinformação durante as eleições, e ela chegou a ser criticada pelo então candidato Jair Bolsonaro, que chegou a sugerir forçar o WhatsApp a reverter o limite de encaminhamento.
No entanto, o que ocorreu foi o contrário e agora o recurso é tão limitado no Brasil e em qualquer parte do mundo quanto já era na Índia. Resta saber se ele vai ter algum resultado positivo no combate às informações falsas espalhadas pelo WhatsApp.
Olhar Digital

64% dos brasileiros acreditam que Bolsonaro fará governo bom ou ótimo

© Reprodução/TV Globo

O otimismo será um ponto a favor do gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), pelo menos é o que mostra uma pesquisa realizada pelo Ibope em que 64% dos brasileiros acreditam que o próximo governo será bom ou ótimo.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o nível de otimismo dos eleitores por Bolsonaro é praticamente igual ao verificado com Dilma Rousseff em dezembro de 2010, onde 62% achavam que ela faria uma gestão ótima ou boa.

Mesmo com a alta popularidade, Bolsonaro ainda perde para Lula, que em dezembro de 2006, quando tinha acabado de se reeleger, 68% esperavam que ele faria uma administração boa ou ótima.

Quando são levados em conta apenas os eleitores mais otimistas, Bolsonaro gera um entusiasmo maior, 25% dos eleitores acreditam que ele fará um 'ótimo' governo, contra 19% de Lula em 2006 e 13% de Dilma em 2010.

Notícias Ao Minuto

Operação da PF combate fraudes em licitações de material escolar no RN

Assessoria de Imprensa

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira, 17, a Operação Liber Pretiosa, destinada a apurar a possível prática dos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva, peculato, inexigibilidade indevida e fraude à licitação, atribuídos a ex-gestores de Parnamirim, Região Metropolitana, e empresários da Paraíba e Pernambuco, que mantiveram contratos com o município potiguar entre os anos de 2013 e 2016.
Estão sendo cumpridos oito mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 2ª. Vara da Justiça Federal/RN nas cidades de Parnamirim/RN, João Pessoa/PB, Abreu e Lima/PE e Recife/PE. Na ação, a PF utiliza 38 policiais federais.
A investigação teve início a partir da notícia de irregularidades em procedimentos de inexigibilidade de licitação e adesão à ata de registro de preços no âmbito da Secretaria de Educação e Cultura de Parnamirim, voltados para a aquisição de livros didáticos e fardamento escolar. 
As medidas cumpridas nesta manhã visam a instruir três inquéritos policiais em curso na PF do RN, que miram supostas fraudes em três dos contratos firmados, cuja despesa ao município importou no montante de R$ 8.612.940,00.
Na apuração preliminar foram reunidos indícios da ocorrência de superfaturamento dos contratos. Em um dos casos, a Prefeitura de Parnamirim adquiriu 30.000 exemplares da Coleção de livros sobre “Obesidade Infantil” em 2014, voltado para alunos do ensino fundamental, porém dados oficiais registraram 18.456 matrículas no ensino fundamental naquele ano, o que indica uma compra de quantidade de livros muito superior à real necessidade.Verificou-se, ainda, que a empresa contratada vendeu os livros por valor 250%superior ao da aquisição junto à editora.
Há também a suspeita de que parte do material sequer tenha sido entregue, pois a Prefeitura atestou o recebimento de 5.000 exemplares em data anterior ao da aquisição dos livros à editora pela empresa contratada. Por fim, dados extraídos de Relatório de Inteligência Financeira do COAF apontam saques em espécie de quantias vultosas da conta bancária da empresa contratada em datas próximas aos pagamentos efetuados pela Prefeitura.
Outra aquisição sob suspeita é a de 12.000 kits de livros com os temas “Introdução à Cultura do Rio Grande do Norte, Economia do Rio Grande do Norte e Atlas do Rio Grande do Norte”. Nesse caso a contratação se deu de forma bastante célere, tendo levado apenas 17 dias úteis desde o início do processo até a assinatura do contrato.
A compra foi realizada sem a comprovação de que tenha sido realizada pesquisa prévia de preço. Outro indício de irregularidade advém de Relatório de Inteligência Financeira do COAF, que identificou o saque em espécie de R$ 266 mil em conta bancária da empresa poucos dias após a assinatura do contrato.
O terceiro contrato diz respeito a aquisição de fardamento escolar, no valor de R$ 4.815.540,00 em 30/12/2015. Igualmente, há a suspeita de superfaturamento, tendo em vista, a título de exemplo, a aquisição de 35.000 pares de tênis e 70.000 camisetas. Dados oficiais do MEC apontam que, em 2016,a rede municipal de ensino de Parnamirim/RN registrou o total de 24.185 matrículas (Educação Infantil e Ensino Fundamental).
(*) O nome da operação, “Liber Pretiosa” significa “Livro Caro” em Latim.
Agora RN

Verão deste ano terá temperaturas acima da média no Brasil


O verão que começa oficialmente em 21 de dezembro deve ter temperaturas acima da média histórica no Brasil, conforme previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC-INPE).

De acordo com o órgão, a média histórica de temperatura máxima em todo o Brasil é de 31.5°C no trimestre (dezembro, janeiro, fevereiro). Esse é o valor que deve ser superado no período.

O aquecimento é consequência da formação do fenômeno El Niño, que também vai impactar os regimes de chuvas em boa parte do Brasil.

Os meteorologistas explicam que o fenômeno El Niño ocorre quando há o aquecimento das águas superficiais da porção equatorial do Oceano Pacífico. O vapor d’água mais quente altera os padrões de ventos, causando a variação na distribuição e intensidade das chuvas e na temperatura.

Natal do Briola em Japi/RN

Uefa sorteia oitavas de final da Liga dos Campeões, e PSG enfrentará o Manchester United


Ainda em busca de seu primeiro título europeu, o PSG de Neymar terá pela frente um adversário tradicional. A Uefa sorteou nesta segunda-feira os confrontos das oitavas de final da Liga dos Campeões, que definiu que o time de Neymar enfrentará o Manchester United, que vive momento conturbado sob o comando de José Mourinho, mas conta com o peso de ser tricampeão continental.
Outro confronto de destaque será o duelo entre Liverpool e Bayern de Munique, que colocará frente a frente dois tradicionais campeões europeus - cada um deles têm cinco conquistas. O atual campeão Real Madrid, que tem 13 torféus, enfrentará o Ajax, tetracampeão europeu.

Catriona Gray, das Filipinas, é a Miss Universo 2018

© Band

Nessa noite (16), os olhos do mundo estavam virados para a Tailândia, tudo por causa do Miss Universo 2018. A tradicional competição de beleza ganhou mais uma edição e, surpreendendo ninguém, promoveu mudanças para ir se adaptando aos novos tempos. A vitória, no entanto, ficou com Catriona Gray, representando as Filipinas.

Pela primeira vez na história do Miss Universo, o corpo de jurados foi composto apenas por mulheres. Teve ex-Misses, designer de moda, CEOs de empresas, responsável da Marcha das Mulheres, uma representatividade inédita na competição. Esse também foi o ano com o maior número de participantes: 94 garotas, de todos os cantos do mundo, concorreram à disputada coroa em uma disputa cheia de diversidade étnica, de biotipos etc.

Outra novidade foi a participação de uma concorrente trans, a Miss Espanha Angela Ponce(uma das favoritas). Mesmo ficando de fora do TOP 20, a espanhola ganhou uma vinheta inteira só pra contar sobre as dificuldades de sua vida e apontar o preconceito das pessoas com o fato de ter uma miss trans na disputa.

O Miss Universo teve apresentação musical do vencedor do Grammy Ne-Yo, que encantou o público logo na abertura da competição com uma canção acompanhada de tambores orientais, tudo para dar o clima do país sede do Miss Universo. Talvez pelo número elevado de garotas, o evento correu para dispensar 74 concorrentes e ir direto para o TOP 20, e depois seguiu afunilando até ficarem poucos países. Muitas favoritas foram descartadas logo no começo, causando um espanto no público.

Nossa querida brasileira Mayra Dias não foi uma das cinco escolhidas das Américas, mas conseguiu uma vaguinha no Top 20 entre as cinco da “repescagem”. Após essa seletiva, a amazonense teve a chance de falar um pouco sobre sua terra natal, mas não foi o bastante para continuar na disputa. Ao revelarem o Top 10, infelizmente Mayra não estava entre as escolhidas e saiu da batalha pela coroa. Já o top 5 foi formado pelas misses de Porto RicoVietnã, Filipinas, África do Sul e Venezuela.

Após um pouco de mistério (e sem se confundir nos envelopes dessa vez), o apresentador revelou o resultado do Miss Universo 2018. O terceiro lugar ficou com a Venezuela, África do Sul garantiu o segundo lugar e, por fim, a Miss Filipinas ficou em primeiro lugar. Parabéns, garota!

MDEMULHER

domingo, 16 de dezembro de 2018

João de Deus se entrega à polícia e é preso em GO

© Walterson Rosa João de Deus jurou inocência em sua última aparição pública, no dia 12

O médium João de Deus se entregou à polícia neste domingo, 16, nas proximidades de Abadiânia (GO) e foi preso, por volta das 16h30. A informação foi confirmada pelo criminalista Alberto Toron, que representa o líder espiritual acusado por mais de 300 mulheres de abuso sexual. Ele estava foragido e negociou sua rendição com as autoridades.

No último dia 12, João de Deus retirou 35 milhões de reais de contas e aplicações financeiras após as primeiras denúncias de abuso sexual, segundo informações do Ministério Público e da Polícia Civil de Goiás. A movimentação financeira suspeita acelerou o pedido de prisão preventiva, determinado pela Justiça na tarde de sexta-feira 14. 

Em virtude de sua idade (76 anos) e da natureza do crime de que é acusado, a expectativa é de que ele fique em uma cela individual.

Os relatos de abuso sexual vieram à tona há uma semana, quando o programa Conversa com Bial, da Rede Globo, apresentou depoimentos de mulheres que se sentiram abusadas. Dois dias depois que os primeiros relatos foram divulgados, o Ministério Público e a Polícia Civil de Goiás formaram forças-tarefas para investigar os casos. Já foram coletados mais de 330 depoimentos. Desse total, 30 mulheres formalizaram até o momento as acusações.

Nesta semana, somente na cidade de Abadiânia, onde funciona a Casa Dom Inácio, foram iniciados três inquéritos. Eles se juntam a outros três que já haviam sido abertos antes de os depoimentos contra João de Deus serem divulgados na TV.

Uma das mulheres que o denunciaram foi sua própria filha, Dalva Teixeira, de 49 anos. Em entrevista exclusiva a VEJA, ela relatou o calvário pessoal que enfrentou a partir dos 10 anos de idade. “Meu pai é um monstro”, contou Dalva. 

João de Deus não é visto publicamente desde quarta, quando visitou a casa Dom Inácio de Loyola e, em pronunciamento rápido, garantiu inocência e disse estar a disposição da Justiça. Depois de a prisão preventiva ser decretada, a Polícia Civil já percorreu mais de 20 endereços em busca do médium. Sua casa em Abadiânia, no entanto, ainda não foi alvo de buscas.

(Com Estadão Conteúdo)

VEJA.com

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Ministério Público do RN recebe denúncias contra o médium João de Deus

Marcelo Camargo / Agência Brasil

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) irá receber denúncias de mulheres que tenham sido vítimas do médium João de Deus, acusado de crimes sexuais. As possíveis denúncias serão recebidas pelo Centro de Apoio Operacional das Procuradorias e Promotorias de Justiça Criminais (Caop/Criminal), que funciona na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em Natal. As denúncias podem ser feitas pessoalmente ou enviadas para o e-mail: caop.criminal@mprn.mp.br
O MPRN auxilia o Ministério Público de Goiás no recebimento de possíveis denúncias de eventuais vítimas de abuso sexual cometido pelo médium João Teixeira de Faria, mais conhecido como “João de Deus”, que estejam localizadas no estado. Na terça-feira, 11, o MP de Goiás enviou ofício circular aos procuradores-gerais dos estados para pedir auxílio nesse processo em razão da possível existência de vítimas em outros locais. 
O MPRN informa, ainda, que as Promotorias de Justiça de todas as comarcas situadas no estado estão à disposição para o acolhimento e registro das denúncias. As vítimas terão as identidades e as informações prestadas por elas mantidas em sigilo.
Agora RN

Festa do Padroeiro de Japi 2019